Educação à distância

O método

O MEV – Método de Ensino Virtual – é uma solução para o ensino corporativo à distância. Fundamentado numa metodologia andragógica (ensino de adultos), o MEV engloba não somente um ambiente de ensino virtual com conteúdo customizado, mas principalmente no acompanhamento pedagógico que resulta na capacitação dos alunos.

Modelar e adaptar o conteúdo, personalizar o ambiente virtual e principalmente, realizar tutoria técnica, administrativa e educacional, são elementos fundamentais do MEV. Além da consultoria pedagógica e assessoria educacional voltada para a análise instrucional e modelagem do conteúdo, o MEV conta ainda com ferramentas que instrumentalizam esse método.

cone_of_learning

O “Cone do Conhecimento” desenhado por Edgard Dale demonstra como se absorve o conhecimento em função dos diversos recursos disponíveis. O MEV possibilita atuar no nível 50% com as vídeoaulas (ouve, vê e lê) e até no nível de 70% através do fórum, chat, questionário e quiz (são interações síncronas – on-line – e assíncronas).

Fases de desenvolvimento e implementação

1. Layout

Criação de layout usando a identidade visual do cliente e disponibilização da infraestrutura física necessária para suportar a demanda do ambiente.

3. Publicação

Codificação e publicação dos conteúdos produzidos para o Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA.

2. Modelagem

Análise e modelagem do conteúdo.

4. Operacionalização

Implementação, customização e integração dos recursos de gestão por usuários cadastrados, perfil, atividades e conteúdos.

... a Educação à Distância ...

Oportunidade de formação adaptada às exigências atuais às pessoas que não puderam frequentar a escola tradicional.
Ausência de rigidez quanto aos requisitos de espaço, assistência às aulas, tempo e ritmo. (abrangência mas intensificada)
O aluno, centro do processo e sujeito ativo de sua formação, vê respeitado o seu ritmo de aprender. (o conteúdo pode ser repetido e revisto no momento mais oportuno)
Conteúdos instrucionais elaborados por especialistas e utilização de recursos multimídia. (otimização de tempo para a aplicação do curso e baixo custo de adesão pelo aluno)
Aluno ativo: desenvolvimento da iniciativa, de atitudes, interesses, valores e hábitos educativos.

Fonte: GARCIA ARETIO, L. Educación a Distancia hoy Madrid/ES, UNED, 1994.

Empobrecimento da troca direta de experiências proporcionada pela relação educativa pessoal entre professor e aluno.
A retroalimentação ou feedback e a retificação de possíveis erros podem ser mais lentos, embora os novos meios tecnológicos reduzam estes incovenientes. (dificuldade em operacionalizar o sistema).
O perigo da homogeneidade dos materiais instrucionais – todos aprendem o mesmo conteúdo, por um só pacote instrucional, conjugado.
Custos iniciais muito altos para implantação de cursos à distância, que se diluem ao longo de sua aplicação, embora seja indiscutível a economia de tal modalidade educativa.
Limitação em alcançar o objetivo da socialização, pelas escassas ocasiões para interação pessoal dos alunos com o docente e entre si. (Acesso a computador).

Fonte: GARCIA ARETIO, L. Educación a Distancia hoy Madrid/ES, UNED, 1994.

  • Administração Privada (Pessoa Jurídica e Física)
  • Acadêmica (Faculdades, Institutos, Universidades)
  • Organizações Não-Governamentais
  • Administração Pública (Prefeituras, Câmaras, Autarquias, Fundações, Empresas Públicas).
  • Videoaula
  • Material de Leitura
  • Atividades de Fixação
  • Fórum
  • Chat
  • Acesso de usuários (log)
  • Tráfego de dados
  • Navegação no Ambiente.

"Infinitos caminhos para disseminação do conhecimento, vamos?"